Inventário de outono / Mônica Reiche

Inventário de outono / Mônica Reiche

Inventário de outono é um relato de ficção que se inspira na experiência pessoal da autora, mas usa a combinação de memória e narrativa para criar um romance incomum. Conta a história de um pai que sempre foi um enigma e que, ao partir, se revela um quebra-cabeças de muitas peças: ao inventariar os pertences deixados por ele, esposa e filha tentam compreender uma personalidade arredia e ao mesmo tempo fascinante, além das contradições de um passado ainda não de todo conhecido.

Após a morte do pai, a filha e a sua mãe se lançam à tarefa absorvente e exaustiva de inventariar os pertences de uma vida inteira. No apartamento onde o pai morava sozinho, elas passam a organizar objetos, fotos, documentos, caixas, coleções e papéis. Aos poucos, mãe e filha vão recordando passagens marcantes da vida da família. A protagonista narradora recompõe, assim, a trajetória misteriosa de um homem determinado, austero e metódico, que a certa altura da vida decidiu refugiar-se sozinho com suas coisas, rotinas e manias.

A história é conduzida em detalhes pela filha a partir de sua própria memória e de relatos que ouviu de outras pessoas, sempre com muitas pitadas de imaginação. Aos poucos reconstitui a história das duas famílias do ramo paterno, que vieram ambas da Alemanha e se fixaram em São Paulo.

Ganham destaque os lugares onde a família se estabeleceu. Primeiro a Casa Grande, confortável residência onde o avô da narradora, um próspero industrial, recebia amigos e dava festas animadas — até experimentar a decadência econômica. Depois, o leitor é apresentado à Nossa Casa, onde o pai e a mãe da protagonista criaram a filha, sempre com muita dedicação e disciplina. O presente do relato, que organiza as recordações e dá ensejo à bela combinação de memória e imaginação que marca a narrativa, acontece no Pequeno Apartamento, onde o pai morava e colecionava objetos, como bibelôs, esculturas de vacas, bichos de pelúcia, relógios, miniaturas de carros, além de fotos e documentos de uma vida inteira.

Aos poucos, mãe e filha — e também o leitor —, vão acompanhando a trajetória de Guilherme, o pai da protagonista narradora, através das coisas inventariadas. Ao final, o quebra-cabeças se completa e desvendam-se os mistérios sobre os acontecimentos do passado que marcaram o pai e o levaram a desenvolver um comportamento arredio e metódico.

Mas talvez nada disso seja capaz de explicar completamente a vida de uma pessoa, e a riqueza de uma personalidade resida em preservar certas dúvidas que a imaginação precisa completar.

 

 

  • Inventário de outono

    Autora: Mônica Reiche
    Gênero: Romance
    Editora: Quelônio / coleção Valsa de Esquina
    Capa: Maria Luísa Falcão
    ISBN: 978-65-87790-12-1
    Formato: 14 x 21 cm
    256 pp.
     

R$58.00Preço