Flor de asfalto / Lucia Forghieri

Flor de asfalto / Lucia Forghieri

Lucia Forghieri reúne poemas sobre as relações entre a mãe e o bebê, sobre as contradições de ser mãe, sobre a maneira como o ambiente interfere na tarefa da maternidade, sobre a condição feminina fortemente impactada pela presença de um outro radical — o filho ou os filhos.

 

Flor de asfalto traz poemas que investigam a condição feminina e a vida na cidade, por meio de uma linguagem situada entre a prosa e a poesia, capaz de dar conta dessas experiências intensas e contraditórias. Como diz um trecho do poema que abre o volume: “O único anagrama possível de parto é rapto/ mas até que seja tarde podemos ficar com optar”.

 

O título alude ao conhecido poema “A flor e a náusea”, de Carlos Drummond de Andrade, e confere ao livro e aos poemas a conjugação de beleza e aspereza. Nos versos da autora, encontram-se e reinventam-se os temas da maternidade, do parto e do espaço urbano. O ritmo e os estímulos urbanos atravessam o cotidiano e invadem a vida íntima; a realidade contemporânea e as diferenças sociais permeiam a rotina e delineiam subjetividades.

 

Flor de asfalto foi contemplado pelo ProAC (Programa de Acção Cultural do Estado de São Paulo) de estímulo à criação literária. O livro traz ilustrações, capa e projeto gráfico de Kelly Cristina Santos. O texto de orelha é de Bruno Zeni.

  • Flor de asfalto: poesia/prosa

    Autora: Lucia Forghieri
    Editora: Quelônio
    Capa, ilustrações e projeto gráfico: Kelly Cristina
    Gênero: Poesia
    ISBN:  978-65-87790-04-6
    Formato: 12 x 20 cm
    Número de páginas: 72
     

R$38.00 Preço normal
R$30.40Preço promocional